Pé na estrada: Produtores apostam no turismo da cachaça!!

roteiro da cachaça pirassununga roteiro da cachaça pirassununga

Como se faz uma cachaça de qualidade? O que é fermentação? O que é cachaça de coração? Estas são apenas algumas das dúvidas do público em geral que está começando a entender a cachaça como um destilado de qualidade. Dúvidas que cada vez mais estão sendo sanadas por uma modalidade de turismo em franco crescimento; o turismo da cachaça.

pirassununga

 Alexandre Bertin, proprietário da cachaça Sapucaia resolveu investir na modalidade. A favor da iniciativa ele tem pontos positivos que podem e estão sendo explorados. Primeiro a cidade de Pirassununga, que tem uma forte ligação com a produção da cachaça. Bertin, recentemente transferiu o envelhecimento da Sapucaia, de Pindamonhangaba para Pirassununga e agora está em fase final de montagem do alambique para destilar a cachaça por lá.
pirassununga

Para Betin, bastou olhar para os lados e enxergar fácil o potencial turístico da região. Além de uma extensa área de cana e outras culturas plantadas, a vizinhança é repleta de pequenos alambiques que podem ser visitados. “A primeira coisa a fazer foi conversar com os responsáveis pelo turismo local”, afirmou o produtor, que se uniu ao Conselho de Turismo de Pirassununga e desde então, não para de trabalhar.

pirassununga

O empresário criou o site www.roteirodacachaca.com.br onde posta as informações sobre as atrações locais. Uma das mais procuradas é a Cachoeira de Emas, um ponto de visitação com ampla infraestrutura turística e que, principalmente no verão, bate recorde de visitações. Outro ponto de visitação é o próprio espaço da Sapucaia. Por lá o turista poderá sanar todas as curiosidades a respeito da cachaça e ainda provar a bebida direto dos barris. “Muitos citam esta experimentação como uma experiência inesquecível e isto agrega muito valor para a marca”, afirma Bertin.

pirassununga sapucaia cachaças

O turismo por lá ainda está no início, mas Bertin afirma que já caiu no gosto da administração local. “A Prefeitura prevê um bom investimento em divulgação, por conta da história da Cachaça de Pirassununga”, afirma. Para quem gosta de uma boa cachaça, fica a pergunta: o que você vai fazer no próximo fim de semana? Quer uma dica? Vá aprender e degustar o melor da cachaça de alambique. Mas atenção, aprecie com moderação! Saúde!!!

Serviço:

O Blog Brasil no Copo viajou para Pirassununga a convite de Alexandre Bertin. Para saber mais sobre os roteiros e programar sua visita, veja:  www.roteirodacachaca.com.br

 

Fonte: Brasil no Copo